21/02/2019: #tbt de 10 anos - Gypsy

      A nossa segunda recordação em comemoração aos nossos 10 anos é do musical Gypsy, produzido pela dupla Charles Moeller e Claudio Botelho em 2010. 
Em 23 de abril de 2010, estreou, no Teatro Villa-Lobos (RJ), o musical ‘Gypsy‘, com direção de Charles Möeller & Claudio Botelho.
‘Gypsy’ faz sucesso na Broadway há mais de 50 anos e é considerado o maior dos musicais, com uma perfeita integração de drama (texto de Arthur Laurents), canto (música de Jule Styne e letras de Stephen Sondheim) e dança (coreografia de Jerome Robbins).
Ao longo desses anos, o musical tem sido chamado de ‘clássico dos clássicos’, o ‘mais temido dos musicais’, o ‘Hamlet’ dos musicais, o book perfeito, o score perfeito, a coreografia perfeita, os melhores papeis femininos da historia.
A versão de Möeller & Botelho teve produção da Aventura Entretenimento e foi estrelada por Totia Meireles, Adriana Garambone e Eduardo Galvão.
A montagem contou com 43 atores em cena, 140 figurinos, 17 cenários e 21 mudanças, tudo ao som de uma orquestra de 17 músicos.

Claudio e Charles encaram ‘Gypsy’ como uma grande homenagem ao teatro musical. Ainda que a base para o texto de Laurents tenha sido o livro de memórias da personagem-título, o motor da história é a controversa figura de Mama Rose, cuja existência girava em torno de fazer das filhas, June (Renata Ricci) e Louise (Adriana Garambone), posteriormente chamada de Gypsy Rose Lee, estrelas do teatro norte-americano do início do século passado.

Mama Rose é considerada até hoje como um dos personagens mais complexos da história dos musicais. O que impulsiona tudo é a obsessão dela pelo sucesso no teatro e a fascinação pelo mundo do entretenimento. ‘Gypsy’ é um hino, um libelo ao teatro musical“, analisou Claudio Botelho.
Tudo em ‘Gypsy’ fluiu de uma maneira incrível, talvez porque já tivesse trabalhado com a grande maioria e minhas protagonistas Totia e Adriana Garambone, que me conhecem desde a inauguração das pirâmides, são dois relógios suíços de precisão, rigor, disciplina, comportamento e concentração."
Quase todas as participações eu herdei de antigas produções e a intimidade quando ela é canalizada pro respeito e pelo profissionalismo dá conforto à alma. Por isso digo e repito: ‘Gypsy’ foi o Elenco dos sonhos! Nenhum problema, nunca! Fizemos um ‘Gypsy’ que vai ecoar muito tempo pelo impecável trabalho de Adriana, pelo lançamento de um genial André Torquato, por uma encantadora Renata Ricci, pelo charme do impagável Eduardo Galvão e pelas participações especialíssimas de todos com todas as idades. Só feras! E a coroação de Totia Meireles, que amo, como uma das melhores atrizes de musicais no país e do mundo“, ressaltou o diretor Charles Möeller.

Gypsy’ cumpriu temporada até 27 de junho de 2010, com sucesso de público (casa lotada do primeiro ao último dia) e de crítica.
Em julho, no dia 22, ‘Gypsy’ estreou em São Paulo, no Teatro Alfa, com elenco infantil inteiramente renovado e algumas modificações no elenco adulto.
O musical ganhou três Prêmios Qualidade Brasil: Melhor Diretor Teatral Musical para Charles Möeller e Claudio Botelho; Melhor Atriz Teatral Musical para Totia Meireles; e Melhor Espetáculo Teatral Musical.
‘Gypsy’ também ganhou o Prêmio Contigo de Teatro, como melhor Musical em versão brasileira.
Texto: Site Moeller e Botelho.
Fotos: Moeller e Botelho/Leo Ladeira

0 comentários: