08/08/2017: Jornal O Dia - Totia Meireles diz que Heleninha fez certo ao denunciar Rubinho

       Totia Meireles está empolgada com sua personagem em ‘A Força do Querer’ e defende Heleninha com unhas e dentes. “Não é porque ela denunciou o Rubinho (Emilio Dantas) que ela se tornou uma vilã. Heleninha fez o que achava certo. Não fez o mal pelo mal. Isso pode ter prejudicado Rubinho e a família, mas quem errou foi ele”, esclarece a atriz. “Olha, não sei se faria isso, mas ela só pensou no filho. E quando se mexe com um filho, qualquer mulher vira uma leoa”, pondera.
      E será que diante dos desdobramentos a personagem se arrependeu? “Não, mas se sente culpada pelas consequências, só teve a dimensão disso depois. Vai vendo a destruição da família do cara e fica mal porque gosta da Bibi (Juliana Paes). Heleninha descobriu que ele era traficante, mas não sabia que ele não era um supertraficante. Foi condenado por um tamanho que não tinha”, diz.
     Totia afirma que a personagem tem o apoio do público, apesar de ser alcagueta. “As pessoas se identificam, porque também querem fazer o certo, mas muitas vezes têm medo de represálias. Tenho recebido um retorno positivo. Não julgam e acho que concordam com ela”.
     Mas a atriz desconversa quando o assunto é a descoberta sobre a denúncia. Afinal, o que Bibi fará quando descobrir? “Não sei se eu sei”, despista ela, bem-humorada.
      Para esquentar ainda mais o clima de tensão na casa da mãe de Yuri (Drico Alves), o local, mais uma vez, estará no centro de conflitos importantes para o desenrolar da trama. Com a chegada do pai, Garcia, vivido por Othon Bastos, e de sua namorada Elvira (Betty Faria), a irmã de Caio (Rodrigo Lombardi) vai ter novamente o perigo rondando seu lar, já que será revelado que Irene (Débora Falabella) provocou a morte do ex-marido de Elvira nos Estados Unidos. “Heleninha está em todas. Ainda vem muita história por aí”, aposta.
MEDO DA VIOLÊNCIA
      A atriz de 58 anos é casada há 25 com o médico Jaime Rabacov e reafirma que o casamento à distância funciona bem para o casal. “Ele mora em Miguel Pereira (cidade do interior do Rio). Acho o lugar lindo, mas vou para o sítio, fico uns dias e volto. Sou muito urbana”, revela.
    Ela confessa que, apesar de adorar viver num centro urbano, a violência é um fator que gera preocupação crescente. “Claro que tenho muito medo. Meu carro é blindado”, entrega. “Já passei por violência e isso a gente não esquece. Já fui assaltada em casa, fiquei refém dentro de um quarto. Tenho muito medo”.
       Atualmente, o que mais a assusta é a banalização da vida. “As pessoas matam e morrem por nada. Se mata fácil. Não temos segurança, anda tudo muito triste”.
FONTE DA JUVENTUDE
       Nascida Maria Elvira Meireles, a carioca Totia tem mais de 30 anos dedicados à profissão e destaca que nem sempre foi fácil. “Comecei no teatro, no musical ‘Chorus Line’ (1984). Já tinha 33 anos. Construí minha carreira e isso foi importante. Quando você estoura no primeiro personagem, fica achando que a vida é assim. É uma carreira que tem muito ego”, reflete. “A verdade é que passar por dificuldades te dá alicerce para aguentar o tranco. Não que eu ame momentos difíceis, mas quando passamos, sabemos aguentar o resto. A realidade da maioria é de batalha, por cada trabalho”.
       Ela completa 60 anos em 2018 e faz um saldo positivo das escolhas até aqui. “A leveza de saber viver te rejuvenesce. Não acho que pareço uma mulher de 58 anos. Não abro mão de bom humor e da leveza”, diz. “Tem que cuidar do corpo e do espírito”, completa.
       A atriz observa ainda os aspectos positivos de envelhecer. “Você fica mais seguro de tudo, de quem é. Sabe os caminhos a percorrer. Adquire a certeza do que não quer, e isso já é muito bom”, ensina. E também ressalta os aspectos não tão animadores: “O ruim é ver seu fim chegando, as suas dificuldades físicas. Eu dava cambalhota para trás com facilidade, por exemplo. E outro dia, ia dar com meu neto, e fiquei com medo. A aparência também vai mudando, temos que nos acostumar. É rápido, galopante. Mas me cuido e me sinto com muita energia ainda”.
Clique no " Mais informações" desta publicação e leia a entrevista completa.

BEM RESOLVIDA
       Com o mesmo alto-astral, Totia fala da família, em especial, dos netos. A atriz tem dois: Santiago e Pilar (filhos da filha de Jaime). O casal não teve filhos, e a atriz acha natural a curiosidade em torno disso. “Claro que sempre senti a cobrança. Até porque na minha família todos têm filhos. Mas como sou a única artista, deram desconto”, diz. “Sempre querem saber o porquê: ‘não tiveram por que não quiseram ou por que não puderam?’” E a atriz explica: “Não é que eu não quis. Na minha cabeça, sempre quis. Mas fui emendando trabalhos e, quando quisemos, não veio”.
     Totia revela que chegou a fazer tratamento para engravidar. “O que é desgastante para a mulher. Durante o período, deveria torcer para estar grávida, mas não. Então, relaxei”.
Ela avaliou que o fato de ser casada com um homem que já tinha uma filha e lhe deu netos era o suficiente. “Não me arrependo de não ter tido. Nem sei se seria uma boa mãe”, diz. E levanta algumas questões sobre o assunto: “ Será mesmo que toda mulher nasce para ter filhos? Uma mulher só está completa se for mãe? Não acredito nisso. Ter filho deve ser incrível, maravilhoso, se ver eternizado em outra pessoa. Nisso eu acredito, em quem deseja isso”.
SHOW
     Na lista dos sonhos profissionais, mais um está sendo realizado: o show ‘Meu Nome É Totia!’, que estreia 30 de agosto, no Teatro Porto Seguro, em São Paulo.
     Em cena, a intérprete canta grandes nomes como Maria Bethânia, Nelson Gonçalves e Herivelto Martins. “É uma realização. Sempre sonhei em fazer um show assim, e agora estou com cara de pau para fazer. É um show solo”, descreve. “É a primeira vez cantando fora de musicais. No palco, seremos eu, um piano e uma bateria. Tem músicas no repertório que já cantei em musicais, e outras que gostaria de ter cantado. São canções que me tocam de alguma forma. É diferente de tudo que já fiz. Vou estar sem personagem. Ali, livre e cantando”, conta.

0 comentários: