04/07/2016: Heloísa Tolipan - Totia Meireles fala sobre representação feminina e situação política

Na pele da madrasta de Cinderella, Totia Meireles conversou com o HT e contou sobre como está sendo a experiência no musical baseado na história da Disney. Com chegada ao Rio, o espetáculo foi um desafio express na carreira da atriz. Após Charles Moëller assumir a direção faltando um mês para a estreia, Totia foi convidada a interpretar a vilã 20 dias antes da primeira apresentação – inicialmente, Cássia Kiss Magro iria viver a madrasta. Para o papel, Totia Meireles nos contou que se inspirou em diversas outras vilãs e madrastas da Walt Disney. “Tive diferentes personagens como referências para esse trabalho. Ela tem umas perucas meio estranhas, mas é muito realista. Como é uma peça mais voltada para o público infantil, apesar de ser para a família inteira, o musical tem uma característica mais de cartoon, de desenho. É uma linguagem que o Charles quis. Ao mesmo tempo, é muito realista. É muito interessante”, afirmou.
Apesar da longa trajetória dentro dos musicais, com mais de 15 na carreira,
Totia afirmou que o canto ainda é um pouco mais delicado. Mas que não chega a ser uma dificuldade. “O canto é onde eu transito com menos desenvoltura. Mas, o que eu gosto mesmo, é unir tudo: teatro, interpretação, canto e dança. Eu acho que é o que eu mais sei fazer. Eu fui bailarina e meu primeiro trabalho em teatro foi em um musical – em 1986 no espetáculo “Chorus Line”. Foi aí que eu percebi que eu poderia cantar e interpretar. Nunca pensei em ser atriz”, afirmou.


Já em relação aos figurinos do espetáculo, assinados por Carol Lobato, Totia disse que são um importante componente para a composição da madrasta. Segundo a atriz, uma personagem é feita do visual, então todos os detalhes são importantes para ajudar a contar a história. “Quando você está ensaiando e vê o seu figurino, você já monta o seu personagem em função da aparência externa, do visual dele. Isso me ajuda muito. Eu acho que eu componho a personagem com todos esses fatores juntos, é um facilitador”, explicou.

E com ela, que está em ótima forma no auge dos seus 57 anos, não tem tempo ruim com os diferentes figurinos. Em “Nine”, musical que participou antes de “Cinderella”, Totia colocava as pernas para jogo no palco em collants e meias arrastão. Vergonha? Que nada! “Tímida nunca! Eu vejo que aquela pessoa é a personagem. E o ator empresta o corpo para os papéis que faz. Então, se eu precisar, com 57 anos, ficar de collant no palco, não tem o menor problema. Eu fico e isso não me constrange nem um pouco”, falou e disse. Aplausos!
Longe das novelas desde 2014, quando participou da trama “Alto Astral” (Rede Globo), Totia adiantou que deve voltar em breve. “Eu tive um convite agora, mas não posso falar ainda porque não tem nada decidido. Não sei o nome da novela e nem como vai ser a personagem. Nada! Só tive o convite para uma novela que é para o ano que vem”, contou a atriz global. Mas ela está na tevê sim! Recentemente, Totia participou de 13 episódio da série “Lili: a Ex”, do GNT. Sobre a experiência com o novo formato, bem mais breve que gravar uma novela, Totia Meireles nos disse que adorou. “Fiquei muito amarradona em fazer essa série. Eu adorei, porque foi uma linguagem totalmente diferente. Só tínhamos uma câmera que ficava rondando a gente durante a gravação. Era outra estética de filmagem, uma mistura de televisão com teatro, já que as cenas eram longas e não tinham cortes. Foi diferente, mas eu gostei muito. O resultado foi bem legal e ótimo para o GNT”, afirmou Totia que ficou três meses gravando a temporada.
E também tem a atriz das telonas. Totia Meireles participou do longa “Mulheres no Poder”, que mostrou a realidade vivida pelas mulheres entre os parlamentares em Brasília. Sobre essa questão feminina, Totia destacou que ainda são poucas as representantes mulheres no poder. “Eu acho que é uma época que a mulher está se dando conta do quanto somos capazes e que é super pertinente esse assunto. A mulher hoje em dia é protagonista da sua vida, não depende mais de homem. E esse protagonismo se divide em todos os setores, tanto da vida pessoal quanto da profissional. Eu acho que estamos nesse caminho bem bacana. Estamos ganhando”, completou citando a volta do “TV Mulher”, com Marília Gabriela no Canal Viva.
Já em relação ao poder, a atriz argumentou que estamos passando por um momento de reflexão e mudanças. “Não importa se é bom ou ruim, é uma fase de transição. Eu acho que nós estamos cada vez mais conscientes e politizados. É um momento bem bacana, em tudo. Claro que nesses momentos de transição sempre existem situações ruins. Mas eu acho que é sempre um caminho a se seguir. Uns tropeços aqui e outros ali, mas vamos indo para o final. Eu acho que o mais importante é a consciência do povo sobre o quanto a política é importante para a vida”, afirmou a atriz Totia Meireles.

0 comentários: