Salve Jorge: Totia Meireles comemora o sucesso de sua primeira vilã: 'Faria 20 Wandas'

"Então, a Wanda me deu um pouco de trabalho, mas foi maravilhoso! Eu amei! Faria 20 Wandas de novo." ,diz Totia

Dona de um sorriso fácil, Totia Meireles tem ainda mais motivos para estar de bem com a vida agora. A atriz comemora um momento especial: sua personagem em Salve Jorge - que botou a mão na massa na hora de fazer maldades e foi odiada e xingada por muitos telespectadores - é para Totia um divisor de águas na carreira. Em entrevista ao site de Salve Jorge, a atriz faz um balanço da experiência de viver Wanda, sua primeira vilã.

Antes de a novela começar, você disse que tinha muita expectativa. E agora? Ficou a sensação de dever cumprido?

Totia: Quando a Gloria me chamou para fazer uma vilã, eu adorei, porque nunca tinha feito. Vilã é sempre mais interessante... Você exercita um lado que, pelo menos, acha que não tem ou que não põe em prática. E isso já é muito legal. Só que a Wanda foi ganhando uma vida que eu não sabia que ela ia ter. A cada capítulo eu me surpreendia. E aí, em um determinado momento, ela começou a cair no gosto das pessoas, mesmo sendo uma mulher totalmente duas caras. Isso foi uma coisa que a Gloria me pediu. Para usar toda a simpatia de personagens que eu já tinha vivido na Wanda. Ela tinha que ser muito confiável, ter muita credibilidade, ser amiga mesmo. A Wanda me surpreendeu a novela inteira e isso foi muito bom para mim. Aproveitei tudo o que a Gloria me deu. A personagem realmente colocou a mão na massa. Ela é que fazia todos os trabalhinhos sujos. Acho que por isso cresceu tanto. Foi ela que traficou a Morena, foi ela que entrou na casa da Lucimar.

A Wanda teve umas pitadinhas de humor também, não é?

Eu tentei colocar. A Wanda se finge de humana, mas não tem escrúpulos, é uma psicopata. E acho que, dentro desse perfil, o humor é aquilo com que as pessoas mais se identificam. E ela não tem um humor escrachado, mas debochado. Eu sempre sublinhava essas situações e tentava colocar sarcasmo nela.

Você curtiu fazer uma vilã?

Eu amei, mas dá mais trabalho. A Wanda foi uma personagem que me exigiu mais estudo. O texto dela é muito dúbio. O relacionamento com a Lívia é um, com o Russo é outro, com as meninas é outro... Ela se relaciona com quase todos os personagens. Ela passou por quase todos os cenários da novela e cada um era de um jeito. Com um ela fingia, com outro, não. Então, a Wanda me deu um pouco de trabalho, mas foi maravilhoso! Eu amei! Faria 20 Wandas de novo.

Como foi a repercussão nas ruas? As pessoas abordaram muito, xingaram?

Olha, eu não fui xingada, não. As pessoas me abordavam demais para dar os parabéns e falavam que a Wanda é muito ruim. Falavam da Wanda. A Totia ficou bem separada e isso eu achei legal. Todo mundo com muito ódio, raiva, querendo bater na Wanda, mas isso não chegou perto de mim. Eu achei bacana, fiquei feliz. Eu já fiz tantos personagens bonzinhos, então, acho que isso me resguardou. Resguardou a Totia da Wanda. (Risos)A Wanda foi a personagem da novela que mais apanhou, não?Nossa, mas como apanhou! (Risos) Ela apanhou duas vezes da Morena, duas da Lucimar, a Helô me derrubou... Já soube que vai ter alguma coisa com a Vanúbia... Olha, se alguém apanhou nessa novela, foi a Wanda!

E foi difícil fazer essas cenas de briga?

Eu nunca tinha feito, mas era tudo muito bem coreografado. Agora, a pior para mim, a que mais me deixou exausta, foi a briga com a Lucimar no hotel. A Gloria queria uma briga de mulher: puxão de cabelo, mordida... Não havia truques. A única cena em que usamos a dublê foi quando eu virei em uma cadeira. De resto, éramos nós. E nisso eu e a Dira nos pegamos mesmo! Foi pra valer, rolamos no chão, foi uma loucura.

E para a reta final? O que você acha que vai acontecer ou o que você espera que aconteça com a Wanda?

Ah, o pior, né?  Eu desejo o pior para ela. Não sei o que seria esse pior. Não sei se presa ou morta, mas estou com muita expectativa. Ali na máfia ninguém confia em ninguém... Mas eu espero o pior para todos.

Agora que a novela está acabando, você tem dificuldade para se desvencilhar da personagem?

Não, nenhuma. Eu não levo a Wanda para lugar nenhum! Não! (Risos). Claro que a gente fica com saudades de tudo. A gente se entrega, fica dez meses convivendo com ela... A Wanda é minha íntima! Mas eu acho que uma novela é tempo suficiente para você curtir o personagem, trabalhar ele. E acabou, acabou! Tchau e partir para a próxima. Mas a Wanda com certeza marcou a minha vida e a minha carreira. Agora é: a Totia antes da Wanda e depois da Wanda. Até em termos de eu ter conseguido superar coisas que eu pensei que não faria... Essa coisa de ser uma vilã, de segurar uma novela do lado do mal. E eu gravei demais! Eu não sabia como era isso. Então, acho que me superei. Ultrapassei obstáculos que eu pensava que seriam mais difíceis, mas foi legal, muito bacana.

O que você pretende fazer depois da novela? Você vai dar uma pausa?

Quero viajar, quero descansar. Já estou com passagem comprada para 15 dias depois do último capítulo. Eu quero estudar. Vou passar dois meses em Nova York aprimorando meu inglês e vendo coisas, vendo musicais. Descansando! Fazendo nada! Estudando e me distanciando do dia a dia que eu vivi, que foi muito cansativo, mas valeu muito a pena.

Você pretende voltar aos palcos em breve? Afinal, foi onde você começou sua carreira.

Eu tenho vários projetos em mente. Pintou um, mas eu não pude aceitar, porque ia ser imediatamente após a novela. Mas eu tenho dois ou três que estão em andamento e vamos ver o que sai primeiro. Estamos captando patrocínio. Mas teatro é uma coisa que você tem que se dedicar tanto, que hoje em dia eu só faço se valer muito a pena. Porque o meu marido não é da profissão, então, eu tenho que priorizar a família, os meus netos... Nós moramos em casas e cidades separadas. Ele mora em um sítio. Quando acaba a novela, eu passo uma temporada por lá e todo final de semana ele vem para cá...  A gente fica assim nesse vai e volta e está dando super certo, há 21 anos.

0 comentários: