“Eu estava louca para apanhar!”, diz Totia Meireles, a traficante Wanda de “Salve Jorge”

     "Como se trata de ficção, a gente pode dizer: Vai, Morena, espanca essa mulher, por favor!"
Se há uma personagem que provoca um ódio profundo em quem acompanha "Salve Jorge", esse alguém é a traficante Wanda (Totia Meireles). Dissimulada, ambiciosa e perversa, a mulher é a responsável por abordar, convencer e enganar as moças traficadas na trama das nove. Depois de tanto aprontar, ela terá seu "castigo" hoje à noite: vai apanhar (e muito) de Morena (Nanda Costa) sua nova vítima. "Estava louca para apanhar!. Wanda é danada e é uma cena de ação, diferenciada que exige bastante. Usamos dublê e tudo foi coreografado. Queria ter levado uns tapas para ficar com muita raiva em cena, mas não levei nem me machuquei. Foram quatro horas de gravação. No final, eu e Nanda caímos no choro", contou Totia ao blog.
     Comovida, Vera Fischer, que assistia à gravação, foi abraçar as colegas no final. E a briga não ficou só nos tapas, não. Wanda chega a pegar um revólver para ameaçar Morena, mas, neste momento, já terá sido merecidamente humilhada. "O pior para ela é ter apanhando na frente das meninas", completa a atriz.   Segundo Totia, Gloria escreveu no capítulo que Morena tinha de atacar Wanda. "A surra de Morena representa a vingança daquelas meninas, do público", lembra ela. Pior é que é.
    A atriz ouviu com paciência o blog discorrer palavras nada amigáveis sobre Wanda. "Me distancio tanto da personagem que não consigo sentir raiva, mas mulheres como a Wanda são assim, dissimuladas. Se fazem de boas, de amigas e acabam levando as meninas para o fundo poço. Acho normal sentirem mais ódio de Wanda do que de Lívia porque é ela quem executa". Na ruas, ela diz ouvir apenas elogios. "O melhor que eu ouvi foi de uma amiga. Ela me disse: 'Conseguia enxergar você nas outras personagens, mas nesta você está muito diferente, não é seu sorriso, não é seu olhar".
    Totia assume que Wanda é o papel dos sonhos. "É a personagem mais complexa que já fiz na TV e minha primeira vilã. Estou muito feliz, claro, principalmente porque a história tem um lado social muito importante. É um alerta", completa. Só uma coisa: Wanda vai apanhar, porém continuará na vida de crimes. Berta (Zezé Polessa) que o diga. A turca, que comprou a filha ainda bebê no Brasil com o auxílio da criminosa, sofrerá nas mãos da traficante. "Será da mesma maneira. Na frente da família de Berta, ela vai se fingir de amiga, mas chantageará a mulher para não contar seu segredo. Ela quer dinheiro", completa Totia. Sendo assim, como se trata de ficção, a gente pode dizer: "Vai, Morena, espanca essa mulher, por favor!".

0 comentários: