Famosos driblam chuva para prestigiar estreia do musical Gypsy no Rio



Nem a forte chuva que caiu sobre o Rio bem na hora marcada da estreia para convidados do musical Gipsy, nesta quarta-feira (28) à noite, espantou a classe artística, que prestigiou em peso o novo espetáculo da dupla Charles Möeller e Claudio Botelho.
O Teatro Villa-Lobos, em Copacabana, na zona sul carioca, reuniu de Marília Pêra a Vera Fischer, passando por Edwin Luisi, Vera Holtz, Diogo Vilela e Ary Fontoura. Todos foram conferir a primeira montagem no Brasil do musical de sucesso na Broadway.
A superprodução é estrelada por Totia Meireles, Adriana Garambone e Eduardo Galvão e mais 35 atores.

Fã de carteirinha dos musicais, Ary Fontoura foi um dos primeiros a chegar e foi logo profetizando:

- Venho assistir com a certeza de que vai ser ótimo. Acompanho o trabalho da dupla. Charles e Claudio se superam a cada trabalho. Particularmente, sou fanático por musicais e pelo Gipsy. Vi as montagens nos Estados Unidos e em Londres. Tenho o DVD e o CD em casa.

Vera Holtz, prestes a voltar ao ar como uma barraqueira do Ceagesp na novela Passione, revelou que curte a onda de musicais que atinge o eixo Rio-São Paulo.

- Eu gosto de espetáculos musicais. Acho bacana esse movimento. Tem formado e revelado muitos talentos. Vim também para ver minha amiga Totia.

A atriz também deu sua opinião sobre o tema da montagem: Mamma Rose (Totia Meireles) gira sua existência para fazer das filhas, June (Renata Ricci) e Louise - que vira Gipsy - (Adriana Garambone), estrelas do teatro nos Estados Unidos no início do século XX. Ou seja, pais que vivem a vida dos filhos, impulsionados pelos holofotes.

- Isso é um fenômeno da era do audiovisual. Os tão falados 15 mintos de fama. Vem desde o advento da TV, que produz sucessos rápidos.

Vera Fischer confessou ter vindo prestigiar as amigas Totia e Garambone, mas ficou apenas 15 minutos na plateia. A atriz não gostou de ter sido colocada numa cadeira bem no meio do teatro, e não nas primeiras filas como de praxe.

A atriz Helena Ranaldi, de férias da TV, chegou em cima da hora:

- Vim apesar dessa chuva toda. É sempre bom prestigiar os amigos.
 

Após o espetáculo, Totia e Adriana - que chama a atenção também pela boa forma depois que sua personagem, Gipsy, vira stripper no teatro burlesco - foram ovacionadas quando desceram as escadas em direção ao lobby do teatro para receber os cumprimentos dos convidados. Totia estava eufórica.

- Estou muito feliz. É um "sonhaço" realizado. Conseguir trazer e fazer um musical desse porte no Brasil é um presente. É uma produção classe AAA.

Do elenco da Record, Adriana, com um buquê de flores nas mãos, também estava radiante.

- Estou felicíssima. De alma lavada.

A veterana Marília Pêra - que só viu o segundo ato por ter ficado presa nas gravações do seriado 
A Vida Alheia - resumiu o sentimento dos convidados após a apresentação.

- Eu adorei. Quem não gostou? Não haverá quem não gostou. É muito bom e um sonho de muitos anos da Totia.

1 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Que lindo! Parabéns à Totia e a todo o elenco!